Voltar para Todos os Eventos

Cinema/Festival: LEMBRO MAIS DOS CORVOS - Festival de Brasília

PRIMEIRO LONGA DE GUSTAVO VINAGRE, ‘LEMBRO MAIS DOS CORVOS’ SERÁ EXIBIDO NO FESTIVAL DE BRASÍLIA

Filme é protagonizado e coescrito por Julia Katharine, atriz vencedora do prêmio Helena Ignez no Festival de Tiradentes

“LEMBRO MAIS DOS CORVOS”, o primeiro longa-metragem de Gustavo Vinagre, será exibido no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, na Mostra “Festival dos Festivais”. O filme, que teve sua estreia na Mostra Aurora do Festival de Tiradentes, em janeiro de 2018, teve sua protagonista Julia Katharine premiada com o troféu Helena Ignez.

O filme é um monólogo de uma personagem em uma noite de insônia que mistura documentário, ficção e improviso.  O diretor e a atriz se se conhecem há dez anos e já fizeram três curtas-metragens juntos ("Os cuidados que se tem com o cuidado que os outros devem ter consigo mesmos", "Filme-catástrofe" e o inédito "Medo medo medo").

LEMBRO MAIS DOS CORVOS é baseado em histórias da própria atriz e coisas que o diretor imaginava sobre sua vida. “Tem a ‘parte mágica’, que só acontece ali, naquele momento com a câmera ligada. O tempo cômico da Julia é algo que sempre me impressionou muito, e que eu ainda quero explorar numa comédia escrachada num futuro próximo", explica Vinagre.

- Ele me deu muita liberdade, em momento nenhum sentamos para escrever diálogos. Parecia que eu estava fazendo terapia, porque ficou eu e uma equipe muita pequena a noite toda juntos. Uma noite e sem segundo take – conta Julia Katharine, a primeira atriz trans a ganhar um prêmio em Tiradentes. 

Ponto de destaque do filme é a mistura entre as linguagens ficcional e documental, característica de Vinagre. Com uma carreira de filmes que o torna um dos cineastas mais prolíficos do circuito independente brasileiro, o diretor também é conhecido pelo filme pornográfico "Nova Dubai", um média-metragem que teve uma carreira extensa em festivais, mesmo com uma duração tão atípica. "Meus filmes mais ficcionais possuem uma tendência a ser mais corais, com muitos personagens. Já os mais documentais, geralmente são filmes de personagem, centrados em um só. É o caso de ‘Filme para poeta cego’, ‘La llamada’, ‘Mãos que curam’.

Vinagre ressalta ainda que em “LEMBRO MAIS DOS CORVOS” há um exercício ainda maior de condensação, apesar de ser um longa. “Aqui, fui seduzido por reduzir isso a uma viagem pela imaginação através da fala de uma única personagem. Faço documentários sobre sonhos, anseios, desejos, fetiches. São documentários sobre as ficções mais íntimas dos personagens. Os sonhos são reais, portanto são documentáveis”, completa.

“LEMBRO MAIS DOS CORVOS” já foi exibido em vários festivais mundo afora, tendo sido premiado no 15º IndieLisboa, na 21ª Mostra de Cinema de Tiradentes, e no 40th Cinéma du Reel  e já está selecionado dos festivais de Viena, Hamburgo,  Mar del Plata e o Pink – Festival LGBT de Bruxelas.

Além de “LEMBRO MAIS DOS CORVOS”, Vinagre estará com outro filme no Festival de Brasília: A ROSA AZUL DE NOVALIS, codirigido com Rodrigo Carneiro, será exibido na mostra FUTURO BRASIL, dedicada a projetos em finalização, e com exibições fechadas para pessoas do mercado. Rodrigo Carneiro é o produtor de LEMBRO MAIS DOS CORVOS. O filme será distribuído comercialmente no Brasil pelo Projeto Sessão Vitrine Petrobras no primeiro semestre de 2019.


Sinopse:

Júlia conta histórias para atravessar uma noite de insônia.
 

Lista de festivais e prêmios
 
. Prêmio Joris Ivens Melhor Filme - 40th Cinéma du Reel  
. Prêmio do júri jovem de Melhor Filme - 40th Cinéma du Reel 
. Prêmio Helena Ignez para destaque feminino - 21ª Mostra de Cinema de Tiradentes - Mostra Aurora Competitiva
. Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa - 15º IndieLisboa 
. Prémio Especial do Júri canais TVCine & Series - 15º IndieLisboa 
. Art of the Real  Linconl Center NY - 2018
. 29º FIDMarseille
. Open City Documentary Festival in London, 2018
. Viennale 2018
. FilmFest Hamburg 2018
. 25º Festival Mix Brasil
. 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
. Brussels Pink Screens Film Festival 2018
. International Human Rights Documentary Film Festival Inconvenient Films - Lithuanian 2018
 

FICHA TÉCNICA
 
Atriz: Julia Katharine
direção: Gustavo Vinagre
Roteiro: Gustavo Vinagre e Julia Katharine
Assistente de Direção: Sérgio Silva
Produção Executiva: Rodrigo Carneiro e Gustavo Vinagre
Produção: Rodrigo Carneiro
Direção de Fotografia: Cris Lyra
Assistente de Fotografia: Ana Laura Leardini
Correção de cor: Pétal Lopes
Direção de Arte: Gabriel Pessoto
Figurino: João Marcos de Almeida
Edição: Rodrigo Carneiro
Som direto: Marília Mencucini
Pós produção de som: Jonathan Macías e Rubén Valdés
Desenho de Créditos: João Marcos de Almeida
Ilustração do cartaz: Gabriel Pessoto
 

SOBRE O DIRETOR
 
Gustavo Vinagre graduou-se em Letras pela USP. É formado em roteiro pela Escuela Internacional de Cine y Televisión de San Antonio de los Baños, Cuba. Dirigiu os filmes: Dykeland (2009), parte do longa Fucking Differente - 60º Festival Internacional de Berlim - , Filme para Poeta Cego (2012), - 42º Festival Internacional de Cinema de Rotterdam, La Llamada (2014), - prêmio de melhor curta-metragem nacional pelo júri da crítica no 42º Festival de Cinema de Gramado- , Nova Dubai (2014), - 44ºFestival Internacional de Cinema de Rotterdam - , Os cuidados que se tem com o cuidado que os outros devem ter consigo mesmos (2016), - 49º Festival de Brasília - e Filme Catástrofe (2017) - 28º Festival Internacional de Curtas de São Paulo.


SOBRE A PRODUTORA
 
A Carneiro Verde filmes é uma produtora fundada em 2014 pelos amigos e sócios Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro. Além de ter produzido três curtas-metragens, “Microsieverts”, “Marília” e “Copyleft”, em 2018 a produtora lançou seu primeiro longa-metragem “Lembro mais dos corvos”, que recebeu o prêmio de Melhor Filme no Cinéma Du Réel e no Indie Lisboa e tem sido exibido em importantes festivais. Atualmente a produtora prepara o lançamento, para 2019, de seu segundo longa-metragem “A rosa azul de Novalis”, que foi co-dirigido pelos seus dois sócios.


SOBRE A SESSÃO VITRINE PETROBRAS
 
Cada filme da SESSÃO VITRINE PETROBRAS terá pelo menos uma sessão diária com horário fixo, nos mesmos cinemas de mais de 20 cidades. Os filmes ficarão em cartaz por no mínimo duas semanas em cada cidade. A intenção é que uma programação mensal e um horário fixo tornem-se um referencial e criem um público cativo.

Em 2018, a SESSÃO VITRINE PETROBRAS estará nas seguintes cidades: Rio Branco (Cine Teatro Recreio), Maceió (Cine Arte Pajuçara), Fortaleza (Cinema do Dragão), Brasília (Cine Brasília e Espaço Itaú de Cinema Brasília), Vitória (Sesc Gloria), Goiânia (Cine Cultura Goiânia e Lumiere Bouganville 5), São Luís (Cine Lume), João Pessoa (Cine Bangue), Recife (Cine São Luíz, FUNDAJ Cinema do Museu), Teresina (Cine Teresina), Curitiba (Cineplex Batel e Cinemateca de Curitiba), Niterói (Cine Arte UFF), Rio de Janeiro (Espaço Itaú de Cinema Botafogo e Estação Net Rio), Manaus (Casarão de Ideias), Aracaju (Cine Vitória), São Paulo (Espaço Itaú de Cinema Augusta, Cinesystem Morumbi Town e CineArte), Palmas (Cine Cultura Palmas), Porto Alegre (Cine Bancários), Salvador (Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha), Belo Horizonte (Cine Belas Artes, Cine 104), Santos (Cinespaço Miramar), Belém (Cine Líbero Luxardo) entre outras.