Postagens com tags Embaúba Filmes
NO CORAÇÃO DO MUNDO, dirigido por Gabriel Martins e Maurílio Martins estreia dia 1 de Agosto

 NOVO FILME PRODUZIDO PELA FILMES DE PLÁSTICO, ‘NO CORAÇÃO DO MUNDO’ ESTREIA EM 1º DE AGOSTO NOS CINEMAS BRASILEIROS 

Longa de Gabriel Martins e Maurílio Martins teve estreia mundial no Festival de Roterdã

SINOPSE  
Na periferia de Contagem, Marcos busca uma saída para sua rotina de bicos e pequenos delitos. Surge uma oportunidade arriscada, mas que pode solucionar todos seus problemas. Para isso, ele precisa convencer sua namorada, Ana, a se juntarem a Selma e executarem o plano que pode mudar suas vidas para sempre.  

FICHA TÉCNICA  
Direção: Gabriel Martins, Maurílio Martins  
Roteiro: Gabriel Martins, Maurílio Martins  
Produção executiva: Thiago Macêdo Correia  
Produtora: Filmes de Plástico  
Direção de fotografia: Leonardo Feliciano  
Montagem: Gabriel Martins, Maurílio Martins, Guto Parente  
Direção de arte: Rimenna Procópio  
Direção de produção: Marcella Jacques  
Desenho de som: Tiago Bello, Marcos Lopes  
Música: Robert Frank, Heberte Almeida, Kim Gomes  
Elenco: Kelly Crifer, Leo Pyrata, Grace Passô, Bárbara Colen, Robert Frank, Rute Jeremias, Renato Novaes, MC Carol de Niterói, Gláucia Vandeveld.  
Distribuição: Embaúba Filmes  
País: Brasil  
Ano: 2019  
Duração: 120 min.  

SOBRE OS DIRETORES  
Gabriel Martins e Maurílio Martins são formados em cinema pelo Centro Universitário UNA de Belo Horizonte. Em 2009 criaram a produtora mineira Filmes de Plásticos, junto com o cineasta André Novais Oliveira e com o produtor Thiago Macêdo Correia, pela qual lançaram diversos curtas-metragens exibidos e premiados em todo o mundo. “No Coração do Mundo” é o primeiro longa-metragem dos diretores. O filme teve sua première mundial em janeiro de 2019, no International Film Festival Rotterdam.  

Filmografia selecionada   
Gabriel Martins: Filme de Sábado (2009), Contagem (2010), Dona Sônia Pediu uma Arma Emprestada a seu Vizinho Alcides (2011), Rapsódia para o Homem Negro (2015), Nada (2017), No Coração do Mundo (2019).  
Maurílio Martins: Contagem (2010), Um Homem que Voa: Nelson Prudencio (2013), Quinze (2014), Constelações (2016), No Coração do Mundo (2019).  

SOBRE A FILMES DE PLÁSTICO   
Criada em 2009, a Filmes de Plástico é uma produtora mineira, sediada em Belo Horizonte, formada pelos diretores André Novais Oliveira, Gabriel Martins, Maurilio Martins e pelo produtor Thiago Macêdo Correia. É característica e interesse da produtora realizar obras de apelo popular, que retratem com fidelidade e respeito a vida na periferia e os personagens que habitam um universo que é visto de modo marginalizado. Sendo os três diretores naturais de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, fazer filmes sobre o bairro onde cresceram, as pessoas com quem convivem e a lógica sistemática deste “universo” das classes menos privilegiadas é como filmar o quintal da própria casa. E talvez por isso seja tão importante que estes filmes criem um diálogo forte entre quem os realiza e o público.   
  
Juntos seus filmes já foram selecionados em mais de 200 festivais no Brasil e no mundo como a Quinzena dos realizadores em Cannes, Festival de Cinema de Locarno, Festival de Rotterdam, FID Marseille, Indie Lisboa, BAFICI, Festival de Cartagena, Los Angeles Brazilian Film Festival, Festival de Cinema de Brasília e Mostra de Cinema de Tiradentes, ganhando mais de 50 prêmios, como a Menção Especial do Júri na Quinzena dos Realizadores em Cannes e o Prêmio de Melhor Filme pelo Júri Oficial na XI Semana dos Realizadores do Rio de Janeiro e no XI Panorama Coisa de Cinema de Salvador.   
  
Entre os próximos projetos da produtora estão os longas-metragens Marte Um, dirigido por Gabriel Martins (em pós-produção), e O Último Episódio, dirigido por Maurilio Martins, e E os meus Olhos ficam Sorrindo, dirigido por André Novais Oliveira, ambos com previsão de filmagem para 2020.   
  
Fazem parte da obra da produtora Filmes de Plástico os curtas-metragens: Contagem (2010), Quinze (2014), Dona Sônia pediu uma arma para seu vizinho Alcides e Rapsódia para o Homem Negro (2015), Fantasmas (2010), Pouco Mais de um Mês (2013), Constelações (2016), Filme de Sábado (2009), No Final do Mundo (2009), Pelos de Cachorro (2010), Domingo (2011), Mundo Incrível REMIX (2014), Quintal (2015) e Rapsódia para o Homem Negro (2015).   
  
E os longas-metragens: Ela Volta na Quinta (2014), Temporada (2018) e No Coração do Mundo (2019).  

SOBRE A DISTRIBUIDORA  
A Embaúba Filmes é uma nova distribuidora de cinema brasileiro, sediada em Belo Horizonte. A empresa atua com a distribuição de filmes autorais em todas as suas etapas, incluindo festivais de cinema, lançamentos no circuito comercial, negociações e vendas no Brasil e no exterior, além de um site próprio de VOD, para locação de seus títulos pela internet. A empresa é dirigida por Daniel Queiroz, que vem de uma experiência prévia de mais de 10 anos como programador de cinema, em salas (Cine Humberto Mauro e Cine 104) e festivais (Festival Internacional de Curtas de BH, Festival de Brasília, Semana de Cinema). 

 

A Embaúba possui em seu catálogo filmes como Arábia, de Affonso Uchôa e João Dumans; Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diógenes; Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de João Salaviza e Renée Nader Messara; Inaudito, de Gregório Gananian; Eu Sou o Rio, de Anne Santos e Gabraz e Os Sonâmbulos, de Tiago Mata Machado. 


www.embaubafimes.com.br

Foto: Leonardo Feliciano

Foto: Leonardo Feliciano

‘INFERNINHO’, dirigido por Guto Parente e Pedro Diógenes estreia dia 23 de Maio

 ‘INFERNINHO’ GANHA DATA DE ESTREIA: 23 DE MAIO

Longa de Guto Parente e Pedro Diógenes aborda o amor e as relações não convencionais numa sociedade conservadora

Sinopse: 


Deusimar é a dona do Inferninho, bar que é um refúgio de sonhos e fantasias. Ela quer deixar tudo para trás e ir embora, para um lugar distante. Jarbas, o marinheiro que acaba de chegar, sonha em ancorar e fincar raízes. O amor que nasce entre os dois vai transformar por completo o cotidiano do bar.  

Lista de festivais 


IFFR: International Film Festival Rotterdam (Holanda)  
32nd BFI Flare: London LGBT Film Festival (Inglaterra)  
Festival Cinematográfico Internacional del Uruguay (Uruguai)  
Bafici: Festival Internacional de Cinema Independente de Buenos Aires (Argentina)  
Filmadrid: Festival Internacional de Cine (Espanha)  
Filmfest München (Alemanha)  
18º Santa Fe Muestra de Cine Independiente (Argentina)  
Queer Lisboa: Festival Internacional de Cinema Queer (Portugal) - Prêmio de Melhor filme na sessão Queer Art  
Festival de Brasília do Cinema Brasileiro  
Mostra Internacional de Cinema de São Luís - Prêmios Melhor filme; Melhor Direção; Melhor Ator  
Pornfilmfestival Berlin (Alemanha)  
Festival do Rio - Prêmio Felix Especial do Júri; Prêmio Especial do Júri Première Brasil   
XI Janela Internacional de Cinema do Recife - Prêmio Melhor Filme Longa-metragem; Melhor Imagem Longa-metragem; Melhor Filme Janela Crítica  
26º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade  
Mezipatra Queer Film Festival (Grécia)  
32nd Festival Cineuropa (Espanha)  
XIV Panorama Internacional Coisa de Cinema  
IX Festival Internacional Pachamama – Cinema de Fronteira  
12º For Rainbow - Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual  
Cine Esquema Novo - Arte Audiovisual Brasileira  
5ª Mostra de Cinema de Gostoso  
Transcinema: Festival Internacional de Cine (Peru)  
FICCI - International Film Festival of Cartagena de Indias (Colômbia)   

Ficha Técnica: 


Direção: Guto Parente e Pedro Diógenes  
Escrito por: Guto Parente, Pedro Diógenes e Rafael Martins  
Direção de Fotografia: Victor  de  Melo;  
Direção de Arte: Tais Augusto;  
Som: Lucas Coelho;   
Figurino: Isac Bento e Filipe Arara;   
Montagem: Victor Costa Lopes;   
Trilha Sonora: Vitor Colares e Felipe Lima;   
Músicas: Rita de Kassia;   
Direção de Produção: Clara Bastos e Rogério Mesquita;   
Produção Executiva: Amanda Pontes e Caroline Louise.   
Produção: Marrevolto filmes em parceria com Grupo Bagaceira e Tardo Filmes.  
Elenco:  Yuri Yamamoto, Demick Lopes, Samya de Lavor, Rafael Martins, Tatiana Amorim, Paulo Ess, Galba Nogueira, Pedro Domingues e Gustavo Lopes.  
Distribuição - Embaúba Filmes  

Sobre os diretores:  

Guto Parente e Pedro Diógenes trabalham juntos desde o início de suas carreiras. Inferninho é o quarto longa-metragem que eles dirigem  juntos, mas o primeiro como dupla, já que os outros três foram dirigidos também por Luiz e Ricardo Pretti, em uma formação de quarteto - Estrada para Ythaca (2010), Os  Monstros  (2011)  e  No  Lugar  Errado (2011). Guto dirigiu sozinho ou em outras parcerias de direção os filmes Doce Amianto (2013), A Misteriosa Morte de Pérola (2014), e O Estranho  Caso  de  Ezequiel (2016) e O Clube dos Canibais (2018); e Pedro os filmes Com os Punhos Cerrados (2014) e O Último Trago (2016). Seus filmes foram exibidos em importantes festivais de cinema como Locarno, Roterdã, AFI, FidMarseille, Viennale, entre outros.  

Sobre a produtora:  

A MARREVOLTO reúne a experiência de produtores e artistas que trabalham no audiovisual  
cearense há mais de 10 anos. Após uma bela e longa trajetória na produtora ALUMBRAMENTO,  
Amanda Pontes, Caroline Louise e Pedro Diógenes se unem a Victor De Melo e Victor Furtado em torno do desejo de trabalhar a formação, pesquisa e produção audiovisual com foco no cinema independente que pensa de forma inventiva os métodos de produção, o diálogo com as outras linguagens e a relação com público.  

Desde 2008, os filmes desenvolvidos pelos integrantes da MARREVOLTO vêm ganhando destaque no cinema nacional com exibições e prêmios em importantes festivais dentro e fora do país, tendo também chamado atenção da crítica cinematográfica e sido tema de vários trabalhos acadêmicos. Os longas foram distribuídos comercialmente nos cinemas do Brasil e contaram com exibições em Tvs abertas e fechadas. Além da produção de filmes, os integrantes da MARREVOLTO têm vasta experiência em ações voltadas para a formação em audiovisual e na realização de mostras e cineclubes. Em 2018, a MARREVOLTO estreou o longa INFERNINHO, dirigido por Guto Parente e Pedro Diógenes, no importante Festival de Rotterdam na Holanda e circulou por diversos festivais na Argentina, Uruguai, Espanha, Alemanha, Portugal, entre outros. Os curtas OCEANO, de Amanda Pontes e Michelline Helena, e PONTE VELHA, de Victor de Melo, que estreou na Mostra de Tiradentes, também foram obras exibidas em 2018. Nesse ano, a produtora também irá finalizar CRÔNICA DA ÚLTIMA CIDADE, primeiro longa de Victor Furtado, e o novo longa de Pedro Diógenes, intitulado PAJEÚ. Outros filmes estão em fase de desenvolvimento como: IRACEMA, de Victor de Melo, ENSAIO SOBRE ESTAR ALI, de Amanda Pontes e Michelline Helena, e A FILHA DO PALHAÇO, de Pedro Diógenes.  

Sobre a distribuidora:  

A Embaúba Filmes é uma nova distribuidora de cinema brasileiro, sediada em Belo  
Horizonte. A empresa atua com a distribuição de filmes autorais em todas as suas etapas, incluindo festivais de cinema, lançamentos no circuito comercial, negociações e vendas no Brasil e no exterior, além de um site próprio de VOD, para locação de seus títulos pela internet. A empresa é dirigida por Daniel Queiroz, que vem de uma experiência prévia de mais de 10 anos como programador de cinema, em salas (Cine Humberto Mauro e Cine 104) e festivais (Festival Internacional de Curtas de BH, Festival de Brasília, Semana de Cinema). A Embaúba possui em seu catálogo filmes como Arábia, de Affonso Uchôa e João Dumans; Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diógenes; Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de João Salaviza e Renée Nader Messara; Inaudito, de Gregório Gananian; Eu Sou o Rio, de Anne Santos e Gabraz e Os Sonâmbulos, de Tiago Mata Machado.  

 

www.embaubafimes.com.br

STILL_INFERNINHO_2.jpg
‘CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS’, dirigido por João Salaviza e Renée Nader Messora estreia dia 18 de Abril

‘CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS’, PREMIADO EM CANNES, JÁ TEM DATA DE ESTREIA NO BRASIL: 18 DE ABRIL

Longa também estreia em Portugal, em 14 de março, e na França, dia 8 de maio

SOBRE OS DIRETORES  

JOÃO SALAVIZA  

Nascido em Lisboa em 1984. Formado na ESTC, em Lisboa, e na Universidad del Cine, em Buenos Aires. Seu primeiro longa-metragem, MONTANHA, teve estreia mundial na Semana da Crítica do Festival de Veneza, em 2015. Veio na sequência de uma trilogia de curtas formada por RAFA (Berlinale Golden Bear 2012), ARENA (Palme d’Or no Festival de Cannes 2009) e CERRO NEGRO (Rotterdam em 2012). Recentemente voltou ao Festival de Berlim com os curtas ALTAS CIDADES DE OSSADAS e RUSSA (co-dirigido com Ricardo Alves Jr). CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS, co-dirigido com Renée Nader Messora, é seu segundo longa-metragem.  

RENÉE NADER MESSORA  

Nascida em São Paulo, em 1979. Formada em Direção de Fotografia pela Universidad del Cine, em Buenos Aires. Por 15 anos, trabalhou como assistente de direção no Brasil, Argentina e Portugal. Em 2009, Renée Nader Messora conheceu os Krahô e, desde então, ela trabalha com a comunidade, contribuindo na organização de um coletivo de jovens cinegrafistas. O foco do trabalho do grupo Mentuwajê Guardiões da Cultural é usar as ferramentas audiovisuais para o fortalecimento da identidade cultural e a autodeterminação da comunidade. CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS é seu primeiro longa-metragem.  

SOBRE A ENTREFILMES  

EntreFilmes é uma produtora sediada em Belo Horizonte, criada pelos cineastas Ricardo Alves Jr. e Pablo Lamar e pelo produtor Thiago Macêdo Correia. Tendo realizado diversos curtas-metragens exibidos em importantes festivais internacionais como: Berlim, Semana da Crítica do Festival de Cannes, Festival de Locarno, Oberhausen, Rotterdam, Havana, BAFICI - Buenos Aires; tendo obras também exibidas no Centre Pompidou, em Paris, e no Museo Rainha Sofia, em Madrid. O primeiro longa da produtora é “Elon não Acredita na Morte” (2017), que teve sua estreia na Ásia no Festival de Internacional de Cinema de Macau, onde foi contemplado com o prêmio de Contribuição Artística e teve estreia europeia no Festival de Rotterdam. “Chuva é a Cantoria na Aldeia dos Mortos” (2018) foi o segundo longa-metragem produzido pela EntreFilmes, que teve estreia mundial no Festival de Cannes na mostra Un Certain Regard.  

SOBRE A EMBAÚBA FILMES  

A Embaúba Filmes é uma nova distribuidora de cinema brasileiro, sediada em Belo Horizonte. A empresa atua com a distribuição de filmes autorais em todas as suas etapas, incluindo festivais de cinema, lançamentos no circuito comercial, negociações e vendas no Brasil e no exterior. A empresa é dirigida por Daniel Queiroz, que vem de uma experiência prévia de mais de 10 anos como programador de cinema em salas (Cine Humberto Mauro e Cine 104) e festivais (Festival Internacional de Curtas de BH, Festival de Brasília, Semana de Cinema). A Embaúba possui em seu catálogo filmes como Arábia, de Affonso Uchôa e João Dumans; Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diógenes; Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de João Salaviza e Renée Nader Messara; Inaudito, de Gregório Gananian; Os Sonâmbulos, de Tiago Mata Machado; e A Rainha Nzinga Chegou, de Júnia Torres e Isabel Casimira. 

THEDEADANDTHEOTHERS_JOAOSALAVIZARENEENADERMESSORA_PHOTO3.jpg