'CAMOCIM' ESTREIA DIA 13 DE SETEMBRO

 

SINOPSE

A cada quatro anos, o cotidiano calmo e tranquilo de Camocim de São Félix, pequena cidade do interior do Pernambuco, é chacoalhado. Durante a campanha municipal, a cidade se divide em duas, e todas as vidas parecem orbitar em torno da política. No meio deste mercado eleitoral, Mayara, 23 anos, tenta fazer uma campanha “limpa” para eleger seu candidato e amigo César.
 

LISTA DE FESTIVAIS
 
50º Festival de Brasília
X Janela Internacional de Cinema do Recife
41ª Mostra Internacional de Cinema
21ª Mostra de Cinema de Tiradentes
7º Olhar de Cinema
4ª Mostra Retrospectiva/ Expectativa do Cinema do Dragão
Vencedor do « Encuentro Award » no Miami Film Festival 2017
Festival de Málaga 2018


FICHA TÉCNICA
 
Com: MAYARA GOMES e CÉSAR LUCENA
Direção, Fotografia e Montagem: QUENTIN DELAROCHE
Produção: DORA AMORIM, THAÍS VIDAL, QUENTIN DELAROCHE
Co-produção: JULIE GUESNON AMARANTE, JUSTINE HENOCHSBERG
Som, Mixagem e Trilha Original: NICOLAU DOMINGUES
Assistente de Direção: VICTORIA ÁLVARES
Argumento: FELLIPE FERNANDES, QUENTIN DELAROCHE
País: Brasil
Ano: 2017
Duração: 76
 

Sobre o DIRETOR

Quentin Delaroche dirigiu os filmes “Marie, the cancer tamer” (53’, 2016) e “Nomad’s Land” (52’, 2014). “Camocim” é seu primeiro documentário produzido no Brasil. Em 2018, dirigiu o longa-metragem “Bloqueio”, selecionado na competição do 51º Festival de Brasília. Quentin trabalha também como montador e operador de câmera para o cinema e a televisão.
 

Sobre a PONTE PRODUÇÕES
 
A Ponte Produções é uma produtora audiovisual criada por Dora Amorim e Thaís Vidal, no ano de 2015, no Recife (Brasil), com o propósito de produzir o trabalho de jovens realizadores como Nathalia Tereza, Milena Times, Fellipe Fernandes, Fábio Leal, André Antonio, Rodrigo Almeida e Quentin Delaroche. Os curtas-metragens da produtora já foram exibidos em importantes festivais internacionais como a Semana da Crítica (França), Festival Internacional de Cinema de Chicago (EUA), Cinélatino - Toulouse (França), Festival Internacional de Cinema de Cartagena das Indias - FICCI (Colombia), Festival Internacional de Cinema de Winterhur (Suíça), Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano (Havana), entre outros. O primeiro longa-metragem da empresa A SEITA, dirigido por André Antonio, teve sua estreia mundial no Festival Internacional do Rio e a estreia europeia no Festival Internacional de Cinema de Goteborg. Em 2017, a Ponte finalizou o seu segundo longa-metragem CAMOCIM, que teve estreia no Festival de Brasília, dirigido por Quentin Delaroche, e trabalha na produção e desenvolvimento de outros projetos. Em 2018, BLOQUEIO, de Quentin Delaroche e Victória Álvares (PE), é um dos selecionados da mostra competitiva do 51º. Festival de Brasilia.
 

Sobre a SESSÃO VITRINE PETROBRAS
 
Cada filme da SESSÃO VITRINE PETROBRAS terá pelo menos uma sessão diária com horário fixo, nos mesmos cinemas de mais de 20 cidades. Os filmes ficarão em cartaz por no mínimo duas semanas em cada cidade. A intenção é que uma programação mensal e um horário fixo tornem-se um referencial e criem um público cativo.
 
Em 2018, a SESSÃO VITRINE PETROBRAS estará nas seguintes cidades: Rio Branco (Cine Teatro Recreio), Maceió (Cine Arte Pajuçara), Fortaleza (Cinema do Dragão), Brasília (Cine Brasília e Espaço Itaú de Cinema Brasília), Vitória (Sesc Gloria), Goiânia (Cine Cultura Goiânia e Lumiere Bouganville 5), São Luís (Cine Lume), João Pessoa (Cine Bangue), Recife (Cine São Luíz, FUNDAJ Cinema do Museu), Teresina (Cine Teresina), Curitiba (Cineplex Batel e Cinemateca de Curitiba), Niterói (Cine Arte UFF), Rio de Janeiro (Espaço Itaú de Cinema Botafogo e Estação Net Rio), Manaus (Casarão de Ideias), Aracaju (Cine Vitória), São Paulo (Espaço Itaú de Cinema Augusta, Cinesystem Morumbi Town e CineArte), Palmas (Cine Cultura Palmas), Porto Alegre (Cine Bancários), Salvador (Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha), Belo Horizonte (Cine Belas Artes, Cine 104), Santos (Cinespaço Miramar), Belém (Cine Líbero Luxardo) entre outras.